Homem do Saco

Quando criança éramos comumente assombrados com a imagem do "Homem do Saco", uma forma nada sutil ou pedagógica de nos obrigar à obediência e bom comportamento: "se não se comportar, o homem do saco vem te pegar!"

Tendo sido criada em um bairro pequeno e muito simples de Santa Luzia, pouco ou nenhum era o nosso contato com o mundo fora de nossas ruas e morros, perambulávamos livremente, ora cumprindo as tarefas e determinações maternas, ora simplesmente para explorar o mundo... Nosso grande mundo!

Pois bem, mente de criança é fértil e disso ninguém duvida. Transitavam em nossa rua o Lobisomem (com aquela orelha, é claro que é ele!), a mula-sem-cabeça... mas o Homem do Saco... Hummmm! Esse gerava dúvida! 

Naquela labuta diária, muitos eram os homens que transitavam com seus sacos nas costas e tentávamos em vão adivinhar qual deles seria o verdadeiro Homem do Saco... Sem chegar a consenso, declaro feliz, do alto dos meus quase quarenta anos que me é um alívio saber que nenhum de nós foi levado e com sorte estamos aqui para lembrar dessas coisas. Coisas com as quais ninguém mais se importa!

O que é uma pena! Imagina se há algo melhor do que ficar no meio de um bando de crianças criando teorias ou suposições? 

Essa pequena introdução é um pequeno momento nostálgico! Senti saudade de subir os morros da minha infância... Minha real intenção é expor um troço que me passou pela cabeça ontem: por que somos tão polarizados? Nada é tão oposto quanto o bem e o mal!

E não é que o Homem do Saco comporta as duas versões?

Uma do bem e outra do mal...

Um Homem do Saco que carrega as crianças desobedientes e um Homem do Saco que premia as boazinhas... A diferença é que o bonzinho só trabalha no Natal! Ho Ho Ho

O Homem do Saco mal recolhe crianças no ano inteiro... Talvez para não ver as crianças tristes no Natal quando o bom velhinho passar de casa em casa distribuindo seus brinquedos.

Assim, fico pensando: Seriam Papai Noel e Homem do Saco são a mesma pessoa? Provavelmente sim! 

Para mim, Papai Noel sempre foi um sacana! Não há nada mais cruel do que vender ilusões! Quem é bonzinho o ano inteiro? Quem obedece pai e mãe de maneira irrestrita? Então, pela lógica: quem merece ganhar presente no Natal?

No fundo, penso eu, ambos andam de saco cheio desse mundo sem graça! O Homem do Saco caiu está caindo no esquecimento, em breve ninguém mais dele falará! Em oposição, Papai Noel nem é mais tão bom velhinho... talvez ninguém mais se recorde das canções infantis de Natal, quanto mais dos brinquedos da fábrica na Lapônia. 

Aliás, onde foi parar a expectativa, o sonho e a fantasia?

Definitivamente... não sei mais quem sou eu nesse lugar esquisito! Vou andar na rua tentando reencontrar o Homem do Saco, talvez o convide para um café! Quem sabe ele me explica porque me deixou crescer junto aos que amo?



 

Read Users' Comments (2)

2 Response to "Homem do Saco"

  1. João Neto, on 4 de janeiro de 2016 15:51 said:

    O Homem do SacSaco dava calafrios...

  2. João Neto, on 4 de janeiro de 2016 15:51 said:

    O Homem do SacSaco dava calafrios...